04 novembro 2016

Todo o tipo de maldade que existe no Youtube

Quero começar esse texto pontuando duas coisas importantes a ser consideradas. A primeira é que esse não é um texto pra me vitimizar porque a realidade é que tem MUITO mais pessoas que passam o que eu enfrento sempre na plataforma. Mas só posso falar sobre mim mesma, então será um texto contando minha vivência. O segundo ponto que quero deixar claro é que caso você seja tão egoico e não tenha se dado conta, as pessoas reagem de forma diferente ao que acontece na vida delas. No meu primeiro desabafo teve gente comentando "nossa, mas você devia lidar de tal forma com isso". Sinceramente, foda-se o que você acha sobre isso tudo. Se você acha que o certo é guardar tudo isso e deixar um sorriso no rosto, peça a Deus pra fazer muitas coisas ruins com você e assim você pode fazer o tão bonito sorriso falso que você acha certo.

Como vocês sabem eu decidi me dar férias do youtube, eu não escondi o motivo. Eu preciso me afastar de toda essa negatividade dessas pessoas sem ética, sem educação, sem moral. 


Desde que comecei o canal, em seus primeiros meses de vida, lá ainda nos primeiros 500 inscritos eu já comecei a ser atacada por outros colegas da área. Outras pessoas que também tinham canal e estavam absurdamente incomodados com o meu criaram um grupo no whatsapp pra dar dislike principalmente nos meus vídeos e de alguns outros youtubers. O objetivo era tenta desestimular a gente que tava mal começando mesmo. E não parava por aí, essas pessoas passavam o dia atualizando esse grupinho com prints tirados de nossos vídeos, fazendo memes, fazendo piadas da gente mesmo, falando mal, etc. 

É claro que na época eu não sabia muito bem o que estava acontecendo, só fui descobrir depois que esse próprio grupinho de amigos do mal se autodestruíram e começaram a vazar coisas. Eu me afastei de todas essas pessoas e segui em frente.

Depois começou o ataque mais longo da história do meu canal. Por vários meses uma pessoa que fingia me tratar "normal" ficava em casa criando fakes tentando várias formas diferentes de me desestimular. O que eu fazia somente era  bloquear esses fakes, excluir os comentários e seguir adiante. Até que eu comecei a desconfiar de um padrão nesses fakes e uma amiga minha me ajudou a rastrear. Quando eu descobri que era outra youtuber, mais uma vez, foi bem triste. Na época eu não sabia se ia expor ou não e a pessoa ainda veio no meu inbox deixar vários textões completamente desequilibrados. A minha sensação vendo aquilo tudo foi como quando Harry Potter encontra o resto de corpo fragilizado do Voldemort no final do filme Relíqueas da Morte parte 2. 

E não para por aí. Comecei a sofrer com plágios e isso é horrível, gente. Eu prezo muiiiitoooo por originalidade, por criatividade e ver alguém me reproduzindo é angustiante. É uma tortura mental. Lembro até hoje que era o dia do meu casamento e uma amiga minha ficou puta vendo aquilo acontecer e liderou um batalhão pra reclamar com a outra youtuber. Ela excluiu os vídeos, fingiu que nada aconteceu e quando eu tive tempo de ver o que tinha acontecido eu já tava bloqueada por ela.

Vários pequenos problemas não deixavam de ir acontecendo. Blogueiros que até me conhecem pessoalmente espalhavam várias histórias inventadas sobre mim. Pessoas que até hoje falam mal de mim até o cu fazer bico, mas comentam em todas as minhas redes numa tentativa de talvez conquistar uma amizade por interesse? Não sei bem, nem quero saber. Eu não tenho afinidade com essas pessoas e provavelmente nunca terei. Na verdade elas me assustam. Esse desespero por parcerias, essa necessidade RIDÍCULA de aprovação praticamente implorando por inscritos. Essa própria visão sobre seus trabalhos sem qualidade comentando aleatoriamente "amei o vídeo" só pra você ir dar esses mesmo gostinho falso de aprovação no canal dele (a). Gente, isso é tão babaca. Eu não correspondo a essas misérias e muita gente fica puta.


Eu tô aqui no meu blog, no meu canal, no meu instagram, no meu twitter pra ser eu mesma. E eu sou EXTREMAMENTE verdadeira. Não vou te cumprimentar com sorriso e brilho nos olhos e por trás deslegitimiar o que você conquistou. Ou eu vou cagar pra sua vida ou eu vou me importar de verdade. 

O último ataque mais grave, vocês viram porque tomou uma proporção muito grande, mobilizou muita gente, eu tenho uma leitora maravilhosa que me prestou atendimento legal de graça e eu precisava explicar o que tava acontecendo. Muitas leitoras minhas estão em grupos feministas, onde rolaram megazords pra me ajudar... eu vi que eu tinha que prestar um mínimo de satisfação depois de todo carinho e preocupação que recebi.

E o objetivo desse texto hoje é novamente ser transparente com vocês que me acompanham, que sempre deixam comentários cheios de uma energia maravilhosa. E sendo bem transparente mesmo, eu resolvi contar tudo isso só porque eu sinto que vocês são amigos que eu poderia desabafar. 

Estar no youtube me traz coisas incríveis, minha maior conquista é ter vocês comigo. Vocês são maravilhosos. Ao ponto de estar tomando banho conversando com meu marido sobre parar o canal de vez e não conseguir porque eu vou sentir falta de vocês.

Só é realmente muito difícil, gente. Vocês não fazem ideia da quantidade de merda que outros blogueiros fazem. Da quantidade de desabafos, de choro que eu já recebi por causa desse povo invejoso e incapaz. Falta uma total noção de ética. Eu valorizo tanto isso e é por isso que me dói ver essas coisas acontecendo. Eu me preocupo demais em ser o mais certa possível com vocês, com outros blogueiros. Eu dou créditos sempre. Retirar o crédito da ideia de alguém é errado. Se você reproduziu uma foto minha no instagram o mínimo que você pode fazer é dizer "ah vi essa foto no ig da fulana e achei tão linda que quis fazer também". É o mínimo. E poucos se preocupam com isso. E é falta de respeito. Falta de profissionalismo.


Isso tudo além de ser obviamente horrível por si só começou a me deixar muito insegura. Eu tenho receio de me aproximar de outros blogueiros, de confiar novamente. Porque a sensação é de que eu não posso criar amizade com ninguém porque a falsidade é enorme. E isso me inquieta, foi aí que eu vi que era hora de parar, respirar, aprender um pouco mais com tudo isso e me fortalecer.

Eu não vou parar o canal. Mas vou aproveitar muito essas férias. Preciso limpar minhas energias, me imunizar. Eu amo escrever, amo gravar vídeos, amo editar, conversar sobre nossos temas lá do canal. E eu já tô morrendo de saudade disso tudo. Obrigada por compreenderem tudo isso. E aos leitores sinceros que ficaram aqui lendo isso até o final, obrigada por serem meu ombro amigo. 


Leia mais sobre:

4 comentários:

  1. Mandy até hoje não entendo porquê desses ataques no seu canal. Se você fosse uma super blogueira tipo Niina Secrets entenderia porque o sucesso trás disso, mas seu canal tem um número razoável de inscritos... talvez tenham inveja é da interação. Todo vídeo de ASMR que você posta eu noto a legião de apaixonados pelas suas criações e eu sou uma dessas pessoas. Por favor, te peço, NUNCA pare o canal. Sei que precisa de um tempo pra se afastar dessa negatividade mas se eu tiver que viver num mundo onde não posso ouvir sua voz, serei a pessoa mais infeliz do mundo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é só com o meu canal... tem canais com menos de mil inscritos que já passaram por coisas até pior. Provavelmente esses canais grandes devem sofrer essas coisas entre eles também. Mas acho que no caso dos pequenos, o que acontece muito é a pessoa achar ok a Niina ter muito sucesso, mas se de 16 mil inscritos eu passar pra 17 a pessoa já fica com muita raiva, sabe?

      Excluir
  2. Mandy, você é iluminada e tem uma energia maravilhosa.Infelizmente ser assim, incomoda quem vive no escuro. Sou sua fã, adoro você.
    Um grande abraço!!!��

    ResponderExcluir

 


Mandy Francesa
Direitos reservados 2014/2015 ©
Desenvolvido por Laíza Cabral
Ilustração por Carla Nascimento